Modo:  
Sociedade Boa União Alhadense
Domingo
19.NOV.2017
  Home  
  Noticias  
  Área Reservada  
  Pesquisa  
  Contactos  
  Videos  
Apresentação

Escola de Música

Filarmónica

Orquestra Ligeira

Grupo de Metais

Grupo de Flautas

Ensemble de Saxofones

Grupo de Clarinetes

> Teatro

Ténis de Mesa

Futsal

Rancho 1º de Maio

Grupo de Cantares

Outras Actividades

Protocolos / Parcerias

Links Úteis


Ao longo dos anos muitas foram as peças de teatro que foram levadas à cena, predominando as Operetas, como a seguir se descrevem algumas:

- "Rosa do Adro",
- "Amores de Coronel",
- "Arte de Montes",
- "Flor de Aldeia",
- "Um Julgamento em Samouco",
- "Almoço aos Pontapés",
- "Noites de Santo António",
- "O Visconde de Pavia Ranso",
- "Vai alta a Lua",
- "A Joaninha",
- "Cada Doido",
- "Marcha de Cádiz",
- "Os Milagres de Joaninha",
- "Casa de Orátes",
- "Corações que Cantam",
- "O Mar",
- "A Bomba",
- "A Inês do Castro",
- "Um Actor e seus Vizinhos",
- "Loucuras de Amor",
- "Amores de Mariana",
- "Os Milagres do Carvalho Santo",
- "Feio no Corpo, Bonito na Alma",
- "Rosas de Nossa Senhora",
- "Má Sina",
- "Lenda do Castelo",
- "Bola ao Centro",
- "Marias de Portugal",
- "Os Saltimbancos",
- "A Barca da Esperança",
- "O Segredo da Aurora",
- "Bênção de Deus",
- "Alguém terá de Morrer",
- "Santarém às Nove e Trinta",
- "Por causa de um S".
- "Dar corda para se enforcar".

Também se representaram revistas escritas por amadores Unionistas, como:

- "Alhadas Estação Transmissora",
- "Passagem",
- "Retalhos",
- "Os Mexericos"

Etc., etc...

Em 1933 o Grupo Cénico tinha três peças em cena: "Amores de Coronel", "Loucuras de Amor" e a revista "Alhadas Estação Transmissora".

Visitante nº 561587