Associação Filarmónica de Arganil
Quinta-Feira
17.OUT.2019
Pesquisa
  Home  
  Área Reservada  
  Pesquisa  
  Contactos   
Apresentação

Galeria de Fotos

Agenda

> Maestros e Executantes
Repertório

Links Úteis

Escola de Música

Músicas MP3

Maestros e Executantes

Fernando da Silva Martins

Nasceu em Arganil em 1938, oriundo de uma família com fortes tradições na música. Também ele que, aos onze anos de idade entrou para a Escola de Música, cedo se revelou na música, um continuador das tradições familiares.

Em 1958, formou um conjunto musical de instrumentos de sopro que manteve sob a sua regência, durante vinte anos, e que atingiu grande nível artístico.

Actuando, quer em bailes quer em teatros ligeiros e espectáculos de variedades, continuou todavia com o seu apoio e ensinamentos na Filarmónica Arganilense. Convidado a reger a Filarmónica Arganilense desde 1978, frequentou um curso de aperfeiçoamento de regente de Bandas e tomou ainda lições particulares de regência com os maestros, Capitão Gois Nobre e Joaquim Pleno.

Actualmente, além da regência da Filarmónica Arganilense e responsável pela sua Escola de Música, é ainda regente da Tuna Mouronhense, tendo já sido monitor de música no A.T.L.da Santa Casa da Misericórdia de Arganil.

 

João Sousa

Natural da Freguesia de Tarouquela, Concelho de Cinfães, João Alberto de Jesus Sousa, nasceu a 3 de Janeiro de 1965, começa muito cedo a receber as primeiras lições da arte musical na sua banda da terra natal, tendo ingressado como voluntário na Banda Militar do Norte sediada no então RIP 6 no Porto como Soldado aprendiz de musica, executante no instrumento clarinete SIb, Frequentou o conservatório de música do Porto e, em 1984 com o objectivo de seguir a carreira militar concorre ao curso de formação de sargentos.

Frequentou o curso de sargentos em Queluz no RAA.1, na Banda Sinfónica do Exercito no instrumento oboé, concluíndo o curso com distinção, foi promovido ao posto de segundo Sargento.

Foi colocado na Banda Militar do centro sediada no Ri 15 Tomar, onde foi solista no instrumento oboé e corne inglês.

No ano de 1988, foi colocado na Banda da região centro sediada em Coimbra, onde voltou a desempenhar as funções de solista em oboé e corne inglês, sendo promovido ao posto de 1º Sargento.

Leccionou aulas de oboé no Conservatório de música de Coimbra, entre 1990 e 1992.

Em 2001 foi deslocado para a Banda da zona Militar da Madeira, onde desempenhou as funções de solista em oboé e corne inglês, fez parte do quinteto de musica clássica, musica de câmara, foi convidado pela Orquestra clássica da Madeira para participar em vários espectáculos.

Frequentou em 2002 o CPSA, em Queluz na Banda Sinfónica do Exercito com êxito.

Fez aperfeiçoamento na escola de artes de música da Madeira na parte técnica do instrumento oboé, com a Professora Húngara Margit e, com o Professor Húngaro Lassolo, em formação musical.

Participou como executante nas bandas, Banda Marcial de Tarouquela, Banda STPCP,Banda Marcial de Cinfães, Banda de Famalicão, Banda de Gueifães da maia,entre outras.

Dirigiu a Associação Filarmónica Pátria nova de côja e, Orquestra de musica ligeira entre 1989 a 2001.

Desde Abril de 2005, assumiu a escola de musica da Associação Filarmónica Arganilense , actualmente dirige a Filarmónica desde Março de 2006.

Actualmente encontra-se colocado na Banda da Região Militar do Norte no Porto.
Visitante nº 23266

web concept: www.meticube.com